Michael Giacchino will release his first (solo) album in studio.

in GEMS2 months ago

This publication was also written in SPANISH and PORTUGUESE.

MOTU

If you, like me, like cinema and soundtracks, you are unlikely to know who the legendary composer Michael Giacchino is. However, even though his face and name are unfamiliar to you, I'm sure you must have heard some of his magnificent work somewhere (because he is very popular).

Within the world of cinematographic soundtracks, he is extremely known for being a type of professional totally dedicated to what he does (he even won an Oscar for that) and the end result of what he usually does offers the viewer the exact perspective (and sometimes more immersive) than the movies want to show.

The quality of Giacchino's work is widely known and because of that, he is taking a risk on a project that, at least in my point of view, is something very immersive and interesting: the release of his first solo album, produced in the studio. It is a project shared with the Nouvelle Modernica Orchestra, which contains 11 tracks and was recorded during the quarantine period.

SEAT42F

Alison-Eve Hammersley, with the brief help of actress Janina Gavankar, signs the project narrative (which was named Travelogue: Volume 1). In a simple synopsis of the project, the narrative follows the story of an alien who leaves his home planet and ends up on Earth. The work has been done with a lot of attention and care by the team and the public can expect something very good.

The theme is peculiar to the album (which will be released on October 30th), but I confess that I am very excited to hear what Giacchino and the orchestra are preparing. I really like his work and being able to listen to him without a direct connection to any movie has made me curious as to how he will work in an individual and original way.


Michael Giacchino lanzará su primer álbum (solo) en estudio.

Si a ti, como a mí, te gusta el cine y las bandas sonoras, es poco probable que sepas quién es el legendario compositor Michael Giacchino. Sin embargo, a pesar de que su rostro y su nombre no le son familiares, estoy seguro de que debe haber escuchado algo de su magnífico trabajo en alguna parte (porque es muy popular).

Dentro del mundo de las bandas sonoras cinematográficas, es sumamente conocido por ser un tipo de profesional totalmente dedicado a lo que hace (incluso ganó un Oscar por eso) y el resultado final de lo que suele hacer ofrece al espectador la perspectiva exacta (y a veces más inmersivo) de lo que las películas quieren mostrar.

La calidad del trabajo de Giacchino es ampliamente conocida y por eso se está arriesgando en un proyecto que, al menos desde mi punto de vista, es algo muy inmersivo e interesante: el lanzamiento de su primer disco en solitario, producido en el estudio. Es un proyecto compartido con la Nouvelle Modernica Orchestra, que contiene 11 temas y fue grabado durante el período de cuarentena.

Alison-Eve Hammersley, con la breve ayuda de la actriz Janina Gavankar, firma la narrativa del proyecto (que se denominó Travelogue: Volumen 1). En una simple sinopsis del proyecto, la narración sigue la historia de un extraterrestre que deja su planeta natal y termina en la Tierra. El trabajo se ha hecho con mucha atención y cuidado por parte del equipo y el público puede esperar algo muy bueno.

El tema es peculiar del disco (que saldrá a la venta el 30 de Octubre), pero confieso que estoy muy emocionado de escuchar lo que están preparando Giacchino y la orquesta. Me gusta mucho su trabajo y poder escucharlo sin una conexión directa con ninguna película me ha despertado la curiosidad de saber cómo trabajará de forma individual y original.


Michael Giacchino lançará o seu primeiro álbum (solo) em estúdio.

Se você, assim como eu, gosta de cinema e trilhas sonoras é pouco provável que você não conheça quem é o lendário compositor Michael Giacchino. Porém, mesmo que o rosto dele e o seu nome não lhe sejam familiares, eu tenho certeza que você já deve ter ouvido algum dos seus magníficos trabalhos em algum lugar (porque ele é muito popular).

Dentro do mundo das trilhas sonoras cinematográficas, ele é extremamente conhecido por ser um tipo de profissional totalmente dedicado ao que faz (ele inclusive já ganhou um Oscar por isso) e o resultado final do que ele costuma fazer oferece ao telespectador à perspectiva exata (e às vezes mais imersiva) do que os filmes querem mostrar.

A qualidade do trabalho de Giacchino é amplamente conhecida e por causa disso, ele está se arriscando em um projeto que, ao menos no meu ponto de vista, é algo muito imersivo e interessante: o lançamento do seu primeiro álbum solo, produzido em estúdio. Trata-se de um projeto compartilhado com a Orquestra Nouvelle Modernica, que contem 11 faixas e foi gravado durante o período de quarentena.

Quem assina a narrativa do projeto (que foi batizado de Travelogue: Volume 1) é Alison-Eve Hammersley, com uma breve ajuda da atriz Janina Gavankar. Em uma simples sinopse do projeto, a narrativa segue a história de um alienígena e que sai de seu planeta natal e vem parar na terra. O trabalho tem sido feito com bastante atenção e cuidado pela equipe e o público pode esperar algo muito bom.

O tema é peculiar do álbum (que será lançado no dia 30 de Outubro), mas eu confesso que eu estou bem entusiasmado para ouvir o que Giacchino e a orquestra estão preparando. Eu gosto muito do trabalho dele e poder ouvi-lo sem uma conexão direta com nenhum filme tem me deixado curioso para saber como ele irá trabalhar de maneira individual e original.

Sort:  

Music-Community.jpgYou received a (still) small vote from the Music community on Hive.

Very soon we will bring good news to all the musicians on this platform. Follow us so you don't miss anything!