Fragmentos perdidos num Sábado à noite! #50

in pt •  3 months ago 

Boa noite!

"Fragmentos perdidos num sábado à noite" é um conjunto de pensamentos da minha EXCLUSIVA autoria que redijo ao longo da semana de forma a promover o meu trabalho enquanto escritora. Acredito que aqui também poderei divulgar as minhas palavras, tentando dar a conhecer o meu talento e o meu trabalho constante para ser cada vez melhor!

florian-klauer-489.jpg
Ref: https://unsplash.com/photos/mk7D-4UCfmg

Espero que gostem das minhas palavras e que se inspirem nelas para serem ainda mais felizes!


Criamos laços e, neles, crescemos em família. Mais do que momentos, somos história e aprendizagem. Somos caminhos que, em paralelo, se alinham para o mesmo horizonte. Para um mesmo lar que, num futuro longínquo, será uma só estrela.

@a-quarius


Depois da dificuldade, há sempre uma parte de nós que se vai. Depois do adeus, há sempre uma parte de nós que se perde. É, assim, que olho para os dias. É, assim, que olho para os dias de hoje na possibilidade de fazer melhor. Na possibilidade de fazer por todos. O instante, o prazer imediato de um sol ameno jamais compensará a ausência de um alguém numa fotografia qualquer que, num certo momento, podia ser família. Mas não o é. Depois da perda. Depois da dificuldade, nenhuma fotografia ausente consegue ser família.

@a-quarius


A vida pode ser letal. Tem tanto de esperança como de tragédia. Às vezes, precisamos da tragédia para relembrar a esperança. Talvez tivesse sido essa necessidade que nos levou à materialização destes dias estranhos e, ainda assim, nossos. A brutalidade da vida pode ser, de facto, cruel. Mas, no fundo, é só através dela que mudamos hábitos e mentalidades.

@a-quarius


Não quero ser o que antes era. Quero ser mais! No alto da minha bondade, quero ser maior! Olhar para as coisas com outros olhares, de um mundo que foi capaz de se reinventar e ceder ao que não via.

Não quero ser o que antes era. Quero ser mais! No alto da minha vaidade, quero ser melhor! Quero olhar para dentro como quem olha para o que é bonito. E ser bonita, assim, também por dentro. Porque o que conta é a vida que acontece no interior que nos corre e que desabrocha a cada sensação de liberdade.

E, hoje, temos liberdade. Contida, é verdade! Responsável, é verdade! Mas, hoje, temo-la, novamente, do nosso lado. Presa aos atacadores das sapatilhas a gritar por novos passos. Por novos horizontes e por novas memórias!

@a-quarius


Obrigada pela leitura!

Beijinhos,
@a-quarius

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!